Coleta Seletiva

A coleta seletiva de materiais recicláveis é fornecida a população por meio de:


(1) Cadastramento no sistema de coleta seletiva porta-a-porta. Clique aqui para cadastrar.
(2) Destinação de resíduos recicláveis nos pontos de entrega voluntária (PEVs) e Ecoestações distribuídos na Cidade.
(3) Agendamento para volumes superiores a 1m3.

 

O serviço de coleta seletiva de materiais recicláveis compreende o recolhimento regular de todos os resíduos com possibilidade de reciclagem, originários de domicílios, estabelecimentos públicos (institucionais ou prestadores de serviços), comerciais e/ou industriais.

 

Os materiais devem ser previamente separados em pelo menos:
– resíduos secos (recicláveis), destinados aos equipamentos da coleta seletiva;
– resíduos úmidos (orgânicos e rejeitos), que devem ser encaminhados a coleta domiciliar.

 

Resíduos recicláveis são todos os materiais feitos de plástico, vidro, papel seco, papelão e metal tais como embalagens plásticas, brinquedos, embalagens de alimentos e cosméticos previamente lavadas, tubos, copos descartáveis, garrafas PET, latas de alumínio, isopor, plástico filme, borrachas, lápis, livros e outros.

 

Para a coleta domiciliar porta-a-porta, os resíduos devem estar ensacados em sacolas ou sacos de até 100L. Os vidros devem ser acondicionados de forma a evitar lesões.

 

Todos os resíduos recicláveis coletados são destinados ás Cooperativas de catadores, onde os resíduos são triados, enfardados e comercializados, gerando trabalho e renda para esses catadores, que têm um papel fundamental no processo do correto descarte dos resíduos.

 

Para evitar maus odores, contaminação e atração de vetores causadores de doenças que podem inviabilizar a reciclagem, devem-se retirar os restos de alimentos e/ou sujeiras dos resíduos recicláveis. Recomendamos utilizar o guardanapo da refeição para retirar o excesso de alimentos das embalagens e ainda utilizar a água de enxague das louças, evitando o desperdício deste recurso natural.